Prefeitura de Indaiatuba divulga ações do Outubro Rosa em todas as unidades básicas de saúde durante o mês

As atividades serão voltadas à conscientização e prevenção ao câncer de mama e colo de útero

A Prefeitura de Indaiatuba divulgou nesta sexta-feira (1º), as ações que serão feitas pela Secretaria Municipal de Saúde em comemoração ao Outubro Rosa, mês de conscientização e prevenção ao câncer de mama e o câncer de colo uterino. Durante todo o mês, todas as unidades básicas de saúde de Indaiatuba estarão com atividades específicas voltadas às mulheres que necessitam e desejam realizar exames preventivos.

Nas 17 UBS de Indaiatuba ocorrerão coletas de Preventivo, exames que identificam precocemente o câncer de colo de útero e também consultas para solicitação de Mamografias, exame pode identificar nos estágios iniciais o câncer de mama. No Hospital Dia, no Ambulatório de Especialidades da Morada do Sol e no Centro Escola de Especialidades Médicas haverão atividades voltadas para a saúde da mulher, como decoração específica e rodas de conversas. É importante frisar que cada unidade de saúde terá sua própria programação interna que será divulgada através de cartazes nas próprias unidades, porém todas terão ações de panfletagem e orientações na sala de espera quanto às medidas de prevenção ao câncer de colo de útero e mama. A Secretaria de Saúde pede para que as pessoas se informem na unidade de referência quanto ao calendário específico das atividades daquela unidade.

No sábado, 16 de outubro, no Centro Esportivo do Trabalhador (CET), durante à campanha de vacinação contra a Covid-19, as equipes da Secretaria de Saúde estarão orientando as mulheres que estiverem pelo local, quanto às ações do Outubro Rosa, realizando panfletagem e explicando a necessidade do diagnóstico precoce. A Secretaria de Cultura disponibilizará para o mesmo dia, um grupo musical para se apresentar no evento e haverá também um sorteio de brindes para as servidoras públicas.

OUTUBRO ROSA

O Outubro Rosa é uma campanha anual realizada mundialmente no mês de outubro, com a intenção de alertar a sociedade sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama. A mobilização visa também à disseminação de dados preventivos e ressalta a importância de olhar com atenção para a saúde, além de lutar por direitos como o atendimento médico e o suporte emocional, garantindo um tratamento de qualidade.

O prefeito, Nilson Gaspar (MDB), afirmou que as ações que serão realizadas, visam encorajar as mulheres a se atentarem mais às questões que envolvam à sua própria saúde. “Este tema é sempre muito importante para gente, nós precisamos divulgar, que não é apenas em outubro que as mulheres podem realizar os exames preventivos e identificar uma anormalidade, mas sim, em todos os períodos do ano. Esta campanha em Indaiatuba e em todo Brasil, encoraja as mulheres a tomarem a iniciativa previamente, visto que nos estágios iniciais, o câncer é, muitas vezes, assintomático”.

SOBRE O CÂNCER DE MAMA

O câncer de mama é um tumor maligno que ataca o tecido mamário e é um dos tipos mais comuns, segundo o Instituto Nacional do Câncer – INCA. Ele se desenvolve quando ocorre uma alteração de apenas alguns trechos das moléculas de DNA, causando uma multiplicação das células anormais que geram o cisto.

No Brasil, segundo o INCA, o câncer de mama também é o tipo de câncer que mais acomete as mulheres no país (excluídos os tumores de pele não melanoma). Para 2019, foram estimados 59.700 casos novos, o que representa uma taxa de incidência de 51,29 casos por 100 mil mulheres.

Com uma taxa de 13,68 óbitos/100 mil mulheres em 2015, a mortalidade por câncer de mama (ajustada pela população mundial) apresenta uma curva ascendente e representa a primeira causa de morte por câncer nas mulheres brasileiras. O Sul e o Sudeste são as regiões que apresentam as maiores taxas de mortalidade, com 15,26 e 14,56 óbitos/100 mil mulheres em 2015, respectivamente.

A incidência da doença aumenta em mulheres a partir dos 40 anos. Abaixo dessa faixa etária, a ocorrência da doença é menor, bem como sua mortalidade, tendo ocorrido menos de 10 óbitos a cada 100 mil mulheres. Já a partir dos 60 anos o risco é 10 vezes maior.

A IMPORTÂNCIA DA MAMOGRAFIA

Segundo o Instituto Oncoguia, diagnosticar o câncer precocemente aumenta significantemente as chances de cura, 95% dos casos identificados em estágio inicial têm possibilidade de cura. Por isso, a mamografia é imprescindível, sendo o principal método para o rastreamento da doença.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) das 11,5 milhões de mamografias que deveriam ter sido realizadas no ano passado, apenas 2,7 milhões foram feitas. A diminuição acentuada do exame é um fator de risco para milhares de mulheres e um alerta para a importância da campanha.

Segundo o INCA, é possível reduzir em 28% o risco de uma mulher desenvolver câncer de mama a partir da adoção de alguns hábitos. Entre eles estão:

Praticar atividade física regularmente;

Alimentar-se de forma saudável;

Não fumar;

Ter o peso corporal adequado;

Não ingerir bebidas alcoólicas;

Evitar uso de hormônios sintéticos em altas doses.

Por isso, é preciso que as mulheres conheçam seu corpo e suas mamas, estejam atentas a qualquer alteração que possa indicar uma anormalidade e procurem um médico imediatamente caso identifiquem alguma suspeita Além disso, deve-se realizar os exames de mamografia periodicamente. O INCA afirma que a mortalidade da doença diminui em cerca de 20% nas mulheres entre 50 e 69 anos que realizam o exame a cada dois anos.

A coordenadora da Atenção Básica, enfermeira Adriana Salmen, reforçou a importância das mulheres procurarem as equipes de saúde nas UBS especialmente este mês. “Durante todo o ano em qualquer unidade básica de saúde, as equipes estão realizando os diagnósticos que identificam precocemente o câncer de mama e câncer de colo uterino, mas em outubro nós pedimos essa atenção especial para que as mulheres busquem por uma unidade de saúde. Nossas equipes estão esperando para realizar o atendimento, acolher e auxiliar no que for necessário, afinal o objetivo é orientar da maneira correta as mulheres quanto a necessidade de serem realizados exames rotineiros. Esperamos atender muitas pessoas e que essas mulheres sejam multiplicadoras da informação, encorajando outras mulheres a buscarem também por esse cuidado”, ressaltou a coordenadora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CURTA A TV INDAIATUBA

A TV WEB QUE MAIS CRESCE NA REGIÃO


This will close in 5 seconds

Facebook23
YouTube945
Instagram12